Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Internacional

Promover a protecção e segurança marítima

Fragata HSV-2 Swift do Comando das Forças Navais dos EUA escala Moçambique

Maputo - A Fragata HSV-2 Swift vai escalar os portos de Maputo, zona sul, e Nacala, norte do país, de 8 a 22 de Junho, no âmbito do programa «África Partnership Station (APS)» do Comando das Forças Navais dos EUA para as regiões da Europa e África.

Esta é a segunda visita desta fragata e a quinta vez que navios da marinha dos EUA visitam Moçambique, depois do USS Samuel B. Roberts, em Agosto de 2011, o HSV-2 Swift e USS Nicholas em Fevereiro de 2010, o USS Robert G. Bradley em Fevereiro de 2009 e o USS Forrest Sherman em Setembro de 2007.

A Embaixada dos EUA em Maputo, diz que o APS é uma iniciativa internacional que tem como objectivo estabelecer fortes parcerias com os países africanos para promover a protecção e segurança marítima.

À medida que o APS entra no seu quarto ano, as parcerias marítimas continuam a ser uma missão que tem crescido ao ponto de juntar presentemente 34 países Africanos, Europeus e Sul-Americanos.

«O programa APS é motivado pela crença de que a segurança e protecção marítima eficaz vai contribuir para o desenvolvimento, prosperidade e segurança no continente Africano», refere fonte da Embaixada dos EUA.

A reportagem da PNN ficou a saber que Rhett Mann é o Capitão do navio HSV-2 Swift, com uma tripulação composta por 77 membros (17 marinheiros civis e 60 militares).

Durante a estada da fragata, os marinheiros dos EUA vão realizar uma série de actividades de formação com a sua contraparte Moçambicana, nomeadamente em questões de liderança, artes marciais, segurança portuária e controlo de motins.

(c) PNN Portuguese News Network

2012-06-11 13:04:24

MAIS ARTIGOS...
  Responsáveis antiterroristas marroquinos condecorados em Espanha
  Guiné-Bissau: Festival Nacional da Luta Livre decorre este sábado
  Moçambique: Contagem geral dos votos dá vitória à Frelimo
  Moscovo vai reconhecer resultado das eleições na Ucrânia
  Primeiro caso confirmado de ébola em Nova Iorque
  Israel promete tolerância zero depois da morte de bebé
  Guiné-Bissau: LGDH acusa polícia de crimes nas aldeias
  Ataques da coligação já fizeram 553 mortos na Síria
  Guiné-Bissau: PM adverte governadores regionais sobre responsabilidade do serviço público
  Cabo Verde implementa Fundo de Acesso Social
  UE investe na investigação sobre o ébola
  Desastre que matou Presidente da Total gera quatro detidos

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:


Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Luanda Digital Bissau Digital Timor Leste Cabo Verde Maputo Digital
Notícias no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais Banners