Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Internacional

Promover a protecção e segurança marítima

Fragata HSV-2 Swift do Comando das Forças Navais dos EUA escala Moçambique

Maputo - A Fragata HSV-2 Swift vai escalar os portos de Maputo, zona sul, e Nacala, norte do país, de 8 a 22 de Junho, no âmbito do programa «África Partnership Station (APS)» do Comando das Forças Navais dos EUA para as regiões da Europa e África.

Esta é a segunda visita desta fragata e a quinta vez que navios da marinha dos EUA visitam Moçambique, depois do USS Samuel B. Roberts, em Agosto de 2011, o HSV-2 Swift e USS Nicholas em Fevereiro de 2010, o USS Robert G. Bradley em Fevereiro de 2009 e o USS Forrest Sherman em Setembro de 2007.

A Embaixada dos EUA em Maputo, diz que o APS é uma iniciativa internacional que tem como objectivo estabelecer fortes parcerias com os países africanos para promover a protecção e segurança marítima.

À medida que o APS entra no seu quarto ano, as parcerias marítimas continuam a ser uma missão que tem crescido ao ponto de juntar presentemente 34 países Africanos, Europeus e Sul-Americanos.

«O programa APS é motivado pela crença de que a segurança e protecção marítima eficaz vai contribuir para o desenvolvimento, prosperidade e segurança no continente Africano», refere fonte da Embaixada dos EUA.

A reportagem da PNN ficou a saber que Rhett Mann é o Capitão do navio HSV-2 Swift, com uma tripulação composta por 77 membros (17 marinheiros civis e 60 militares).

Durante a estada da fragata, os marinheiros dos EUA vão realizar uma série de actividades de formação com a sua contraparte Moçambicana, nomeadamente em questões de liderança, artes marciais, segurança portuária e controlo de motins.

(c) PNN Portuguese News Network

2012-06-11 13:04:24

MAIS ARTIGOS...
  França realiza primeiro ataque aéreo no Iraque
  Guiné-Bissau: EUA elogiam PR pela exoneração de António Indjai
  Moçambique: Filipe Nyusi acusado de fugir do frente-a-frente eleitoral
  Rui Barros ouvido pela justiça da Guiné-Bissau
  China financia combate ao ébola com mais de 25 milhões de euros
  Cabo Verde: PM vai fazer alterações no Governo
  Guiné-Bissau: Nomeação do novo Chefe das FA visa «adaptação» a momento difícil
  Cruz Vermelha defende mais informação sobre o ébola
  Biague Na N´tan anuncia fim da «turbulência militar» na Guiné-Bissau
  Cabo Verde: ARE realiza consultoria sobre sistema de informação regulatória
  FAO: Brasil regista queda de 75% na extrema pobreza
  Cabo Verde: PR desperta para situações de pobreza extrema e miséria

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:


Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Luanda Digital Bissau Digital Timor Leste Cabo Verde Maputo Digital
Notícias no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais Banners