Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Internacional

Resultados preliminares

Timor-Leste: CNRT vence Eleições Parlamentares

Díli – Os resultados provisórios das Eleições Parlamentares deste sábado, 7 de Julho, indicam que o CNRT de Xanana Gusmão venceu, mas sem maioria absoluta.

De acordo com os resultados provisórios divulgados este Domingo pela Secretaria Técnica da Administração Eleitoral (STAE), o CNRT conquistou 30 assentos, com 172,831 votos.

A Fretilin obteve 24 lugares, com 147,786 votos e o Partido Democrático (PD), conquistou oito deputados, com 48,581 votos. A Frente de Mudança, com 14,517votos, conquistou dois assentos parlamentares.

O CNRT, a Fretilin o PD e a Frente de Mudança ganharam 63 dos 65 assentos. Os dois restantes deverão destinar-se ao partido KHUNTO, que obteve 13.998 votos.

O CNRT conquistou a maioria dos votos em nove distritos: Díli, Manatuto, Oekusi, Liquiçá, Bobonaro, Ainaro, Aileu, Ermera e Covalima. A FRETILIN ganhou a maioria dos votos nos restantes quatro distritos: Lautém, Vikeke, Baucau e Manufahi.

Na eleição de 2007, a FRETILIN obteve 21 deputados, mais três do que o CNRT, mas o partido de Xanana Gusmão acabou por formar um Governo de coligação.

O CNRT começou a campanha eleitoral deste ano no distrito de Lautem, e terminou em Oe-Cusse, na passada semana.

Em Díli, o CNRT teve 45,453 votos, enquanto a FRETILIN conquistou 26.059. Logo após os resultados preliminares, foi anunciado que o secretário-geral do PD, Mariano Sabino Assanami, e o vice-Presidente Adriano Nascimento, reuniram na sede do CNRT.

Mariano Sabino Assanami recusou-se a comentar publicamente a reunião, mas o secretário-geral do CNRT, Deonisio Babo, disse que os líderes do PD estavam lá para felicitar o seu partido pelos resultados das eleições.

O Presidente da Frente de Mudança, José Luís Guterres, também fez uma visita à sede do CNRT ontem à tarde. Xanana Gusmão, Presidente do partido vencedor, recebeu-o com um sorriso e um abraço.

«A sua casa ficou mais forte depois destas eleições», disse José Luís Guterres a Xanana Gusmão.

Dos 645,642 eleitores registados, 482.792 participaram nesta Eleição Parlamentar. Destes votos, 471.389 foram válidos. A abstenção foi de 162.832 eleitores.

Fontes revelaram que os dois líderes partidários já começaram as negociações para formar o novo Governo.

O secretário-geral do CNRT, Dionísio Babo, disse que seu partido ainda não tinha tomado qualquer decisão sobre a formação de Governo, mas colocará os interesses da nação acima dos interesses do partido.

«Primeiro deve-se colocar os interesses do Estado na parte superior, e os do partido em segundo lugar, pensando no que é melhor para as pessoas», referiu Dionísio Babo, na sede so CNRT, no Bairro dos Grilos.

O Presidente da FRETILIN, Francisco Lu-Olo Guterres, disse que seu partido irá trabalhar com o vencedor da maioria dos assentos, no novo Governo.

«A FRETILIN vai, de facto, participar neste novo Governo, mesmo com a vitória do CNRT» referiu Francisco Guterres, acrescentando que é importante para garantir a paz e estabilidade, trabalhando para o desenvolvimento futuro de Timor-Leste.

O secretário-geral da FRETILIN, Mari Alkatiri, disse que o resultado da eleição mostrou que os timorenses querem fortalecer a unidade nacional.
«A FRETILIN vai participar na governação 2012-2017. A nossa participação já está garantida», referiu Mari Alkatiri, pedindo aos apoiantes para manterem a paz.

«Deixo o meu apelo aos apoiantes da FRETILIN, e também do CNRT, partidos que pode sentar-se juntos para procurarem um caminho em conjunto, a fim de fixar a nossa estabilidade», referiu.

O Bispo da diocese de Díli, Alberto Ricardo, disse que a Igreja Católica de Timor-Leste espera que o modelo do novo Executivo seja «um Governo de unidade nacional», e pediu a todos para receberem bem o resultado das eleições.

«Nós devemos receber e abraçar-nos uns aos outros, com a cooperação e na unidade da nossa nação, para esta caminhar para frente e olhar para o progresso que nós queremos», disse o Bispo Ricardo.

«O novo Governo deve amar o país e o povo de Timor-Leste e libertá-lo da pobreza. A nossa nação tem pobreza e corrupção. Esperamos que estes problemas sejam resolvidos» referiu o Bispo, acrescentando que os governantes devem distanciar-se dos interesses dos partidos.

«Todos devem pensar sobre o bem de Timor-Leste e não apenas num indivíduo ou partido, mas no bem de todo o país», concluiu.

(c) PNN Portuguese News Network

2012-07-09 11:30:51

MAIS ARTIGOS...
  Mais de 500 mil deslocados do leste da Ucrânia
  Parlamento de Timor-Leste concorda com revisão da Lei da Imprensa
  Guiné-Bissau: Bairro de Empantche teve menor taxa de participação na campanha de limpeza
  Cabo Verde inclui Senegal na lista de países afectados pelo ébola
  Moçambique: Líder da Renamo aparece publicamente na próxima quinta-feira
  Cabo Verde: Jogo com a Zâmbia comprometido devido a epidemia do ébola
  Governo da Austrália propõe veto à participação de Putin na Cimeira do G20
  Japão cria inovador sistema de detecção do ébola
  ONU critica anexação de 400 hectares da Cisjordânia por Israel
  Guiné-Bissau: PM garante continuidade do ministro dos Negócios Estrangeiros no Governo
  Rússia pede cessar-fogo imediato na Ucrânia
  Manifestantes paquistaneses cortam emissão de televisão estatal

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:


Comentários
  
zero um  2012-07-10 10:41:22
Viva Katuas X, viva CNRT, viva Timor leste

Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Luanda Digital Bissau Digital Timor Leste Cabo Verde Maputo Digital
Notícias no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais Banners